sábado, janeiro 14

Não é bonito.

A malicia que transpira dos olhos e a perfídia que flui das pontas dos dedos. Toda uma visão doentia.
São notórias a falta de discernimento e a ansiedade. O desejo de suceder numa missão tão suja, indigna, vil e, acima de tudo, doente.
É algo que nos enjoa e que nos fere, com um simples olhar e uma carícia.
É algo que não se limpa com um banho. Fica marcado e gera pânico, desconfiança.
Não é bonito.
Talvez o pior mesmo seja a indiferença das pessoas que nos rodeiam. Olham e acham que está tudo mal, mas ajudar? Não. Ajudar é para quem tem tempo e não está ocupado a criar juízos de valor sobre outros que não ajudam.

1 comentário:

  1. infelizmente é uma grande verdade e neste momento uma realidade :(

    ResponderEliminar